Início Notícias e Eventos

IDH, Grupo Carrefour Brasil e CNA lançam Protocolo de Produção Sustentável de Bezerros

IDH IDH

IDH, Grupo Carrefour Brasil e CNA lançam Protocolo de Produção Sustentável de Bezerros

Data do evento 29/03/2022

Desenvolvido em campo, em um ambiente de incubadora de inovações e criação colaborativa, o Protocolo chega para transformar a realidade da pecuária brasileira apoiando a inclusão dos produtores que necessitam assistência técnica e crédito

A IDH (Iniciativa para o Comércio Sustentável), o Grupo Carrefour Brasil e a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) anunciaram hoje (29/03) uma ferramenta para apoiar a rastreabilidade completa da produção pecuária brasileira, desde os bezerros até os consumidores finais, com inclusão, transparência e proteção de dados.

Da esquerda para a direita: Lúcio Vicente (Grupo Carrefour), Paulo Costa (CNA) e Daniela Mariuzzo (IDH). Foto: CNA

O objetivo do Protocolo de Produção Sustentável de Bezerros é oferecer soluções tecnológicas para acelerar a adoção de modelos mais sustentáveis na cadeia pecuária, garantindo que os consumidores finais conheçam os atributos socioambientais dos produtos originários dos bovinos de corte.

O protocolo

O protocolo é um conjunto de procedimentos que fornece instruções para a produção de bezerros com responsabilidade socioambiental, que começam no nascimento dos animais e continuam até a última fazenda antes do abate.

Com abrangência nacional, poderá ser aplicado em fazendas de cria em todos os biomas brasileiros e visa a assegurar que os animais sejam identificados desde o nascimento e que as fazendas estejam em conformidade socioambiental. O protocolo continuará sendo testado e ajustado, ganhando escala nos próximos anos.

“Estamos falando de algo que nunca foi feito nessa escala e formato, levando-se em consideração a visão dos produtores e produtoras rurais para entender o que é viável e possível de ser executado no dia a dia. É uma voz do campo ao mercado”, explica Daniela Mariuzzo, diretora executiva da IDH Brasil e do Programa de Paisagens Sustentável na América Latina. “A iniciativa é inovadora, pois possibilita a conexão mais rápida e segura entre produtores e consumidores. Além disso, pode posicionar o Brasil como líder em produção pecuária rastreada por blockchain”, complementa. “O próximo desafio é sair do modelo incubadora e ganhar escala, através da adesão em massa e de parcerias inovadoras, como com a Wholechain”, pontua a executiva.

Caso de sucesso

O Protocolo foi elaborado a partir do Programa de Produção Sustentável de Bezerros, desenvolvido desde 2019, em Mato Grosso, com investimentos de 1,9 milhões de euros do Grupo Carrefour Brasil e da Fundação Carrefour, e de 1,6 milhões de euros da IDH. A meta para 2022 é aportar assistência técnica, financeira e ambiental para 557 produtores, totalizando mais de 190 mil cabeças de gado, 210 mil hectares de pastagens e cerca de 188 mil hectares de área conservada nos biomas Amazônia, Cerrado e Pantanal, em Mato Grosso.

Como resultado dessa iniciativa, em julho de 2021, foi vendido o primeiro lote de carne 100% livre de desmatamento, rastreada do nascimento do bezerro até a prateleira do supermercado e, principalmente, por um preço acessível. O produto foi disponibilizado em uma loja popular do Grupo Carrefour em São Paulo, para corroborar o fato de que o sustentável não precisa ser caro.

“Em 2018, o Grupo Carrefour Brasil, com o apoio da Fundação Carrefour França, firmou uma parceria com o IDH cujo objetivo era de ampliar projetos ligados à pecuária sustentável”, afirma Stéphane Engelhard, Vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Carrefour Brasil. “Uma de nossas missões, na posição de principal varejista alimentar do país, é colaborar para a educação alimentar da população. É muito importante que o consumidor saiba sobre a procedência dos produtos adquiridos, afinal, nós patrocinamos aquilo que consumimos. Sempre que decidimos por qualquer produto, estamos indo também de acordo com as ideologias, valores e práticas de uma determinada companhia. E a qualidade, para nós, é algo inegociável”, completa.

O protagonismo do produtor

Os produtores brasileiros têm papel fundamental na construção de soluções para o setor. Por isso, a ferramenta foi elaborada colocando o pecuarista como protagonista dessa sustentabilidade em nível global, para acessar novas oportunidades. 

De acordo com o coordenador dos Protocolos de Rastreabilidade do Instituto CNA, Paulo Costa, a Confederação, como gestora do protocolo, garante a segurança das informações estratégicas dos produtores.  

“Por meio da validação das informações de campo com os dados oficiais do MAPA (Ministério da Agricultura), a CNA verifica se as garantias estabelecidas no protocolo estão sendo atendidas, sem que haja exposição de informações estratégicas dos produtores participantes aos demais elos da cadeia da carne bovina. Além disso, todo processo é auditado pela empresa de certificação de terceira parte, TÜV Rheinland, trazendo mais segurança, isenção e transparência ao protocolo”, disse Paulo.

Sobre o evento de lançamento

O vídeo está disponível aqui

O álbum de fotos está disponível aqui

As apresentações estão disponíveis nos links abaixo:

Daniela Mariuzzo – IDH

Kepler Euclides Filho – Embrapa

Eloísa Hage – Acrimat

Jayson Berryhill – Wholechain

Hugo Peres – Embaixada do Brasil em Londres

Compartilhe nas redes

Quer manter contato?

assine nossa newsletter
Cadastre-se em nossa newsletter
Assinando você concorda com os nossos Termos de uso e privacidade

Notícias e Eventos

Utilizamos cookies para possibilitar e aprimorar sua experiência em nosso site, de acordo com nossas políticas de privacidade e cookies.
Assine nossa Newsletter